terça-feira, 12 de agosto de 2008

Intacto - Jair Oliveira




Não faço pra te aborrecer

Nem eu me entendo direito

Meu jeito não dá pra prever

Às vezes dá defeito


Não tô triste nem tô "deprê"

Apenas estou sossegado

Não há o que esclarecer

Não há nada errado


Às vezes o silêncio tapa os buracos

E o amor prossegue intacto


Já sei o que vai me dizer

"Você é muito enigmático"

Tem toda razão, pode crer

Não sou nada prático


Mas deite aqui perto de mim

Vamos acalmar num abraço

Gostar geralmente é assim

Nunca é sempre fácil


Às vezes o silêncio tapa os buracos

E o amor prossegue intacto

3 comentários:

Chay Fernandes disse...

Não sei se dá muito futuro toda minha positividade. Na maioria das vezes as coisas estão muito escuras para mim, principalmente quando as pessoas ficam oscilando de comportamento. Ou, pela maneira delas se comportarem, aquele certo comportamento não foi previsto. Ou será que eu é que tudo é simples projeção dos meus ideais? Isso está me deixando confusa. Talvez essa coisa de me apresentar com ar despreocupado deixe a impressão de que não preciso de cuidados simples... mas não é verdade, só acho que não é devido cobrar absolutamente nada... o que não implica dizer que não vou me chatear com a ausência... a verdade é que, livre de armaduras estou apenas muito exposta... é fácil de me machucar assim... e ainda assim, com quase 29 anos, eu não entendi que não adianta fazer nada em troca de nada... todos são muito preocupados em se proteger... certos eles, errada eu.

Chay Fernandes disse...

Eu poderia melhorar esse desabafo, mas... não tem mesmo por que.

Marcos França disse...

Primeiramente queria reverenciar este Blog. Muito bom. Sou editor e responsável pelo blog Cultura Nordestina: http://culturanordestina.blogspot.com/, nele divulgo os diversos ramos de nossa cultura popular nordestina e brasileira. Gostaria de saber se é possível você adicionar meu blog em sua seção de links. De antemão já agradeço a atenção. Aguardo retorno. Obrigado.